Vulnerabilidades


Vulnerabilidades

Os guerrilheiros africanos tinham, no entanto, vulnerabilidades. Os laços estabelecidos pela consciência tribal podiam criar fracturas entre eles. Estas diferenças e antagonismos étnicos, mas também as diferenças culturais, ideológicas e até as disputas entre chefes, minaram-lhes, em alguns casos, a disciplina e o moral e diminuíram a sua eficácia.
Por pertencer a sociedades com fortes laços sociais, o guerrilheiro, embora pudesse, por vezes, ter dificuldades em entender as verdadeiras razões para a sua luta, era corajoso e resistia a trair os seus, mesmo sob tortura.
A primeira condição de sobrevivência do combatente na guerra de guerrilha é saber tirar o melhor rendimento do meio em que actua.
O guerrilheiro africano que as forças portuguesas enfrentaram obedecia, de modo geral, às condições que o tipo de combate dele exigia. Por natureza, era rústico, frugal, estava perfeitamente adaptado ao meio, sabia tirar proveito da natureza e defender-se das condições adversas.
As unidades de guerrilheiros instalaram as suas bases normalmente em regiões protegidas pela floresta, de difícil acesso às forças militares e próximas de água. Nas suas imediações eram preparadas pelas populações lavras ou machambas, a fim de melhorar as condições de vida.
Muitas vezes, os seus acampamentos tomaram a forma de quartéis ou de centrais, que serviam de sede a uma unidade. Para proteger estas bases, os guerriheiros estabeleciam rigorosas medidas de segurança, aumentando as dificuldades naturais das linhas de aproximação, com obstáculos, minas e armadilhas e dissimulando os verdadeiros acessos com a criação de outros falsos; eram também montados postos de sentinelas a distâncias convenientes e estabelecidos sistemas de alarme com latas, chocalhos, cães, tiros, batuques (tantãs), etc. Em redor destas bases, eram cavadas trincheiras e existia quase sempre preparado um caminho para a retirada rápida e segura.
Para evitar o contacto com as forças regulares, as deslocações dos guerrilheiros eram efectuadas de preferência à noite e através do mato; quando estacionavam, nos intervalos para descanso ou antes da acção, montavam vigia, evitando fazer fogo, fumar e falar alto.


Índice
1 - Características Principais
2 - Vulnerabilidades
Multi-média
» Operação militar...
» Guerrilheiros do...